.......... PUBLICIDADE. VÍDEO NOVO. ASSISTA!:

GRATUITO:

..........

Jornalista na ParadaSP, escritor premiado (com sete livros publicados, cinco são com temática LGBT – clique aqui para ler), blogueiro e o que mais vocês quiserem (risos), este sou eu. Entretanto, levo uma vida simples/modesta na Zona Leste de São Paulo, onde resido com o Alex (meus pais tem diversas casas por estes lados, o que é bem cômodo).

Entretanto, por mais que eu ame e vá em diversas baladas muito conhecidas da capital paulista (como Tunnel, The Week, Bubu Lounge e afins – tem até vídeo antigo no meu Canal No Youtube onde indico várias delas!), o fato é que gosto de diversas outras que fogem desse mainstream: como a Popporn, Dando, Kevin, PVT da Leste, entre outras.

O que eu não esperava era que, perto da onde moro, tem uma balada LGBTQI+ que acontece há mais de um ano e meio, segundo conversa que tive com a querida Mulher Feijoada – interpretado pelo Marco Aurélio Barros (aliás, curiosidade, quando recebi um dos prêmios de um dos meus livros pela Parada do Orgulho LGBT de SP, foi ela quem me entregou no palco).

Segundo ela, o Baile da Gaiola existe há um ano e meio e é realizado toda quinta-feira na Av. Imperador, 4808, bem na Zona Leste de São Paulo. Começa por volta das 23h30 e até a meia noite é VIP (sem precisar colocar o nome na lista). Após, o valor de entrada é de apenas R$ 5 e aniversariantes da semana são VIPs. As bebidas também são bem mais em conta que as baladas do mainstream. Claro que estas informações são de hoje e podem mudar. Vale entrar no Facebook Baile da Gaiola e se informar antes de ir lá, tá bom?

Entre as atrações, sim, ainda há atrações! Tem o DJ Ander Morenasso (que por coincidência também é um amigo meu e do Alex de longa data – suspeito que há uns 15 anos, no mínimo), DJ Rarison, Victoria Kinberley, Lady França, Dj Rarisson, DJ Baratinha, Hianka Evans, Susana Hernandes, a própria Mulher Feijoada e diversas outras atrações.

 

Se vale a pena? Bom, aí é com vocês. Eu sou do tipo de pessoa que consigo me divertir em qualquer lugar, DESDE QUE O SOM SEJA BOM (com qualidade e músicas boas). E lá é. Então, das vezes que fui lá, amei. E espero ir em muitas outras. Mesmo porque, como eu bem disse, é perto de casa. E, obviamente, uma oportunidade pra muita gente que mora pela região (ou até mesmo distante, para virem conhecer).

É isso, espero que tenham gostado do meu poste e recomendem/compartilhem. Que esta festa continue por muito tempo e que outras apareçam também. Para acompanhar os flyers, das festas de todas as quintas, basta curtir o Facebook Baile da Gaiola

PUBLICIDADE:


POLÊMICO. ASSISTA MEU VÍDEO:



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.