Menino de sete anos leu em um ano 88 livros. E você?

0
1376
Foto/Reprodução


Carlos Eduardo é natural de Palmas, no Tocantins, e durante o ano de 2016 ele leu 88 livros (o que dá uma média de 7 livros por mês). Incrível, não? Para quem não sabe, a média de leitura de um brasileiro é de apenas 4 livros por ano, sendo que, destes 4, ele chega ao final apenas de 2. Esta estatística é lamentável e infelizmente se repete a cada ano.

Para piorar, além do brasileiro ler pouco, a qualidade dos livros ainda é duvidosa. Alguns livros religiosos de péssima qualidade (com escrita confusa e por aí vai indo), fazem parte destas estatísticas de leituras dos brasileiros.

Mas, meu post hoje é para falar do Kadu, como o garoto gosta de ser chamado. Em entrevista a TV Anhanguera, ele disse que graças aos livros ele pode rir de novas piadas e novas aventuras, além de uma infinidade de mundos que ele não teria acesso apenas com a convivência com amigos. O habito da leitura foi introduzido pela mãe e ele acabou se apaixonando.

Além do garoto ler, ele também já se aventura a criar suas próprias histórias. Até o momento, ele já escreveu quatro livros ainda não publicados. Quanto ao futuro, ele já tem traçado: quer ser médico e escritor.

Muito legal, não? Ai, vem a pergunta final, e você? Quantos livros já leu este ano? Quantos pretende ler? Há alguns anos eu li um artigo com dicas de leitura para quem estava iniciando a leitura de livros. Entre várias, a principal (e que nunca me esqueço) era: leve o livro sempre em suas mãos. Vai para a escola? Leve ele na mão. Vai para o trabalho? Leve ele na mão. Vai viajar? Leve ele na mão. Quando você leva o livro na mão, qualquer minuto ocioso vira oportunidade para conhecer seu conteúdo. E realmente funciona.

Se quiser tentar, faça e depois volta aqui e me diz se funcionou ou não. Quem sabe você não aumenta a lista das suas leituras? Afinal, é mais do que comprovado que, quem lê mais, amplia muito seus horizontes. Tem mais criatividade, mais assuntos, mais vidas que não seriam vividas. Então, vamos todos incentivar a leitura sempre.

Super abraço do careca, jornalista, escritor, barbudo e também leitor aqui. 🙂