Início Site

Onde comprar meus livros? Temas: LGBT, Marketing, Psicologia, etc…

0

Além de jornalista e bacharel em psicologia, também sou autor do livro O Armário (sobre a homossexualidade e os processos psíquicos que envolvem a saída e entrada do armário), Ursos Perversos (contos eróticos gays), Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT premiada duas vezes em 2015!), THEUS: Do fogo à busca de si mesmo (romance gay incrível, meu maior sucesso!) e muitos outros de psicologia, marketing, etc.

Como sou autor independente desde 2006, nenhum dos meus livros você encontra em livrarias! Para comprar seu exemplar na versão digital (Amazon) ou impressa (Bons Livros Editora Digital), visite agora mesmo: http://fabricioviana.com/livros Lá tem todas as informações!

Fotos com meus leitores? Aqui. 

Me adicionar nas redes sociais? Aqui.

VÍDEO: Assista agora, Fabrício Viana no Conexão Mulher sobre a homossexualidade

0

Pois é, para quem não conseguiu assistir ao vivo o programa Conexão Mulher, que foi ao ar em 12/06/2018, e que eu tive o prazer de ser entrevistado falando sobre a homossexualidade e meus livros, aqui está o link do programa inteiro (não da pra vincular na página, tem que clicar no link e assistir direto no Youtube, ok?):

https://www.youtube.com/watch?v=TbWOwAxkLkc&feature=youtu.be&t=5m50s

Para comprar meus livros, aqui:

http://fabricioviana.com/livros

Homossexualidade e “saída do armário” no Programa Conexão Mulher de Mhel Lancerotti

0
Nesta terça, dia 12/06, das 9h as 10h, estarei ao vivo no Programa Conexão Mulher da Mhel Lancerotti. Estarei falando sobre meu livro O Armário, que fala da homossexualidade e os processos psíquicos que envolvem a “entrada” e a “saída do armário”. Também sobre meus outros livros. Quem puder assistir, será no canal 15 da Net Guarulhos. Tudo pela TV Destaque.
.
Aproveitando, já que chegou aqui. Tem esse vídeo, também ao vivo, no programa da Ione Borges. Entre muitos outros que já fui nesta vida. Faz alguns anos este dai de baixo (to bem novinho!) mas o tema, super atual.
.
Assista:
.
.
Para conhecer todos os meus livros, visite:
http://fabricioviana.com/livros
.
Para ver fotos com meus leitores, aqui:

Pabblo Vittar está indo para Los Angeles gravar a nova temporada de Rupaul’s

0
Não desmerecendo o trabalho de ninguém, mesmo porque cada um tem seu trabalho e seu público, mas publiquei uma nota aqui no meu blog tempos atrás informando que Pabllo Vittar passa RuPaul e se torna a Drag mais seguida no mundo!  O que a gente não esperava é que a drag brasileira fosse gravar com RuPaul em Los Angeles.


.

E não é conversa pra boi dormir. Sua assessoria mesmo postou no seu twitter oficial:

Ao que tudo parece, Vittar participará do programa como jurada. E a nova temporada deve entrar no ar em breve. Resumindo? No final, todas ganham. Orgulho enorme de Pabblo Vittar.

Vídeo: Literatura LGBT na Feira Cultural LGBT em São Paulo

0

Literatura LGBT: Feira Cultural LGBT no Vale do Anhangabaú dia 31/05 sobre a diversidade cultural. Na reportagem, falaram dos meus livros e também teve entrevista com diversos autores. Matéria da TVT. ASSISTA ao vídeo AGORA: https://youtu.be/oOwFYxla_Vk e compartilhem!

Para conhecer e comprar meus livros, visite:
http://fabricioviana.com/livros

#ParadaAoVivo Trecho com Fabrício Viana, assessor de imprensa da Parada LGBT de SP

0

Na semana da Parada é tanta coisa, tantos contatos, que não é fácil administrar e dar a devida atenção para todo mundo. Eu costumo brincar que, se não fosse careca, ficaria careca.

E isso porque eu só cuido da imprensa.

E mais, embora eu não seja porta voz da ONG (As pessoas acham que faço parte da diretoria, não faço! Apenas presto serviços de comunicação!), raramente quando precisam de alguém e esse alguém não está, eu acabo falando (modestamente falo bem: tenho discurso politizado). Só que não gosto. Já fui em mais de 30 programas de TV (principalmente por causa do meu primeiro livro O Armário, sobre a homossexualidade) e, já tem alguns anos que eu dispenso convites para me expor. Acreditem ou não!

Só que esse projeto de transmissão do Dia Estúdio pela Internet foi fantástico. E no momento que passávamos em frente na Paulista, pintou a possibilidade de visitá-los. Aproveitei e falei um pouco. E espero, realmente, que a diretoria da APOGLBT SP continue com essa super parceria de visibilidade digital. Afinal, muita gente não pode ir na Parada mas queria muito saber de tudo o que acontece lá. A última cobertura que me lembro, e sou velhinho, foi pelo Mix Brasil em um trio que eles cobriam todos os anos: mas via texto.

Enfim. Foi incrível. E aí está o trecho da minha fala. Enfatizando sempre o site da Parada e as redes sociais da ONG. Coisa que lutei para visibilizar desde o dia que comecei a prestar serviços de comunicação pra eles. E me sinto muito orgulhoso disso (as redes sociais deram um boom, muito, pelo meu esforço). E vamos que vamos!

Aproveita que você está aqui e assista a live com a Claudia Regina, presidente atual da APOGLBT SP. Muita coisa é abordada neste vídeo super bacana. Lembrando que a Claudia, o Nelson, Diego e muitos sempre foram pessoas queridas por mim muito antes de eu trabalhar com eles. E espero que seja assim pra sempre (trabalhando junto ou não). Afinal, a vida é muito curta pra não ter gente bacana ao lado. Beijo no coração de todos.

SENSE8: Atores estarão no Brasil na semana da Parada LGBT de São Paulo

0

Juntos até o fim… Especialmente no Brasil!

O cluster se reúne uma vez mais para sua última missão no episódio final de Sense8, e uma grande celebração deste lançamento será aqui, no Brasil, parte do calendário Pride Week da APOGLBT-SP

Sense8 Juntos Até o Fim, evento que combinará pré-estreia e ativação com os apaixonados fãs da série original Netflix, acontecerá dia 01 de junho, com a presença dos protagonistas Brian J. Smith, Jamie Clayton, Miguel Angel Silvestre, Tina Desai e Toby Onwumere.

Sobre Sense8 – Episódio final: Vidas pessoais são colocadas em segundo plano à medida em que o cluster, seus companheiros e alguns aliados inesperados se reúnem em uma missão de resgate e derrubada da OPB para proteger o futuro de todos os Sensates.

A conclusão da saga do cluster de Sense8 será revelada no lançamento global em 8 de junho, exclusivamente na Netflix.

As inscrições foram disponibilizadas gratuitamente e as vagas esgotadas em menos de 1 hora, 500 fãs cantarão junto com o cluster e assistirão ao episódio final.

Sobre Sense8: https://www.netflix.com/br/title/80025744

Literatura LGBT: 3º Bate-papo com Autores/Editoras na Feira Cultural LGBT dia 31/05

0

Tradicional encontro com autores e editoras de livros com temática LGBT ocorre pela terceira vez durante a Feira Cultural LGBT

Dia 31/05, durante a Feira Cultural LGBT no Vale do Anhangabaú em São Paulo, teremos o 3º Bate-papo com Autores/Editoras de Literatura LGBT.

Idealizado pelo jornalista e escritor Fabrício Viana, o 3º bate-papo contará com tendas onde diversos Autores/Editoras estarão expondo, vendendo e conversando sobre sua produção literária LGBT.

Com um público aproximado de 200 mil pessoas, esta é uma grande oportunidade para que todas as pessoas apaixonadas por livros com temática LGBT possam conhecer seus autores, editoras e comprar seus romances, crônicas, poesias, livros de não ficção, livros eróticos, entre outros gêneros literários e ainda conversar com seus autores/editoras preferidos.

A tenda de Literatura LGBT terá início as 10h da manhã e irá até as 22h do mesmo dia. Entre os autores/editoras, até o momento (15/05) estarão presentes (em ordem alfabética):

>> Alice Reis (WonderClub)
http://oamordealice.com.br

>> Fabrício Viana
http://fabricioviana.com/livros

>> Karina Dias
http://karinadias.com.br/

>> Léa Carvalho / Malu Santos (Editora Metanoia)
http://metanoiaeditora.com/

>> Paula Curi (Palavras, Expressões e Letras)
http://editorapel.com.br/

>> Silvano Sulzart
http://www.silvanosulzart.com.br/

>> Thales Frazão
https://www.facebook.com/thalesnas/

Temos ainda algumas vagas, se você é autor/editora e deseja fazer parte, por favor, entrar em contato o mais breve possível com Paula Curi pelo e-mail contato@editorapel.com.br (até dia 18/05)

SERVIÇO:

Literatura LGBT: 3º Bate-papo com Autores/Editoras de livros com temática LGBT
Dia 31/05 (feriado) – Feira Cultural LGBT da APOGLBT SP
Das 10h as 22h.
Local: Vale do Anhangabaú em São Paulo
Entrada gratuita
Link do evento: http://paradasp.org.br/literaturalgbt2018

TERMOS LGBTs: Manual em PDF para Jornalistas e profissionais de Comunicação

0

Novo Manual de Comunicação LGBTI+, lançado pela Aliança Nacional LGBTI+ e Rede GayLatino, destinado aos meios de comunicação, jornalistas e estudantes da área propõe: “Substitua preconceito por informação correta!”.

A publicação é destinada aos meios de comunicação, incluindo jornalistas e estudantes da área. Tem por objetivo contribuir para diminuir preconceitos e estigmas e colaborar para o melhor entendimento de termos que são recorrentes entre a população LGBTI+, mas que podem não ser usuais no dia a dia de profissionais e estudantes da Comunicação, a fim de contribuir para um jornalismo inclusivo.

A primeira parte do Manual contém definições, conceitos e fenômenos acerca das pessoas LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais e outras identidades de gênero e sexualidade não contempladas na atual sigla adotada, representadas pelo “+”). Em seguida, o Manual traz alguns dos principais pontos históricos envolvendo a população LGBTI+, inclusive os avanços mais recentes em termos de reconhecimento dos direitos desta população no Brasil e no mundo, bem como considerações sobre as lacunas ainda existentes para que alcance a cidadania plena. Também informa sobre termos a serem evitados em comunicações sobre o tema LGBTI+, assim como pautas que podem ser de interesse de profissionais dessa área.

Este manual é resultado de um trabalho conjunto. Foram aproximadamente 300 sugestões e colaborações de especialistas, militantes, ativistas, associados das organizações envolvidas, autoridades públicas, professores, estudantes e profissionais da Comunicação, através de uma consulta pública com duração de dois meses. Além disso, esta obra é inspirada em manuais de comunicação LGBTI+ de organizações como a SOMOSGAY (Paraguai), a Colômbia Diversa (Colômbia), a GLAAD (Estados Unidos) e a ABGLT (Brasil).

Diversas parcerias foram importantes para a organização e divulgação deste material, entre elas, com a organização paraguaia SOMOSGAY em colaboração com o Fundo Robert Carr, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindiJor-PR), o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Federal do Paraná, a Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas, a Associação da Parada do Orgulho GLBT do São Paulo, o Grupo Arco-Íris do Rio de Janeiro, o Instituto Brasileiro de Diversidade Sexual (IBDSEX) e a Comissão Especial de Diversidade Sexual do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil. Em especial, este manual conta com a parceria do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), sendo prefaciado pela Diretora do UNAIDS no Brasil, Dra. Georgiana Braga-Orillard.

É uma obra que procura ser sucinta e fornecer informações práticas para consultas rápidas. Não se trata de uma obra acadêmica com aprofundamento nos temas e conceitos, mas sim de uma proposta de ferramenta para o dia a dia de profissionais e estudantes de comunicação. Eventuais sugestões de melhoria, inclusão ou exclusão de texto, bem como críticas, podem ser encaminhadas para o e-mail aliancalgbti@gmail.com para análise pelo Grupo de Trabalho e incorporação nas próximas edições. Lançamentos

As seguintes datas de lançamento já estão confirmadas:

DF, Brasília: 16 de maio de 2018, às 14h.  Senado Federal, Sala da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, Anexo II – Ala Senador Nilo Coelho

PR, Curitiba: 21 de maio de 2018, às 18h30. Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná, Rua José Loureiro, 211, Centro

SP, São Paulo: 22 de maio de 2018, das 18h30 às 21h. Novotel São Paulo Jaraguá, Rua Martins Fontes, 71, Centro

AL, Maceió: 25 de maio de 2018, às 9h. Assembleia Legislativa de Alagoas, Praça Dom Pedro II, s/nº, Centro

Ainda que a agenda de lançamento esteja em andamento, os profissionais da imprensa podem ter acesso ao manual por meio deste link.

Livro Famílias Invisíveis – Coletânea de Contos e Poemas LGBT, projeto CELLOS-MG

0

O Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais (CELLOS-MG), organizador da Jornada pela Cidadania LGBT e da Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte, promove no dia 17 de maio, o lançamento do livro Família Invisíveis – Coletânea de Contos e Poemas LGBT.

O evento acontecerá às 18h, no Museu de Imagem e Som (MIS) – Cine Santa Teresa, localizado na Rua Estrela do Sul, 89, Praça Duque de Caxias, no bairro Santa Teresa. A entrada é gratuita.

Essa edição é parte integrante da 4ª Jornada pela Cidadania LGBT, cujo tema “FamíliaS e DireitoS – Nossa Existência é Singular, Nossa Resistência é Plural” faz-se presente na obra. O edital literário convocou a participação de autores em todos os territórios do estado e seus títulos vencedores estarão na produção impressa.

O livro “Famílias Invisíveis – Coletânea de Contos e Poemas LGBT” tem entre seus principais objetivos promover e divulgar a literatura LGBT de Minas Gerais; estimular a produção literária com temática LGBT que discutam a diversidade sexual e de gênero; promover a integração artístico-cultural dessa população, fortalecendo sua identidade e posicionamento político-social. Esses pontos contribuem de maneira bastante efetiva no combate ao preconceito e à intolerância por meio da arte, apresentando ao leitor vivências e laços parentais que, quando observadas com sensibilidade, podem revelar-se muito semelhantes à sua própria realidade.

Essa publicação é um produto cultural resultante do projeto 4ª Jornada pela Cidadania LGBT, beneficiado pelo Fundo Estadual de Cultura, do Governo do Estado de Minas Gerais.

A data de lançamento é bastante simbólica para a comunidade LGBT. Em 17 de maio de 1990, a Assembleia Geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças (CID). Declarou-se, portanto, que “a homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão”.

Link para evento do Facebook:
https://www.facebook.com/events/1674680379234912/

SERVIÇO:

Lançamento do Livro “Famílias Invisíveis – Coletânea de Contos e Poemas LGBT”
17 de maio de 2018, às 18h00 (5ª feira)
Museu de Imagem e Som (MIS) Cine Santa Teresa
Rua Estrela do Sul, 89, Praça Duque de Caxias, Santa Teresa, BH/MG
Entrada gratuita
Realização: CELLOS-MG, Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais.
Apoios: Fundo Estadual de Cultura, Secretaria de Estado de Cultura, Fundação Municipal de Cultura (PBH), Diretoria Municipal de Políticas para a População LGBT, Crivo Editorial.

#POLÊMICA: A Parada LGBT virou um carnaval fora de época? Assista ao vídeo deles!

0

Antes de mais nada, a #Polêmica foi pra chamar a atenção mesmo! 😉 Afinal o vídeo ficou incrível. Agora, com calma, vamos ao meu texto:

Vivemos em tempos modernos: menininhos e menininhas bitolados em assistir stories do Instagram e afins. Tanto que estou começando a gravar alguns no meu insta (instagram.com/fabricioviana.escritor). Isso é bacana pois as novas tecnologias proporcionam possibilidades comunicacionais incríveis. Uma delas são as lives (vídeos ao vivos) transmitidos tanto pelo Facebook como pelo Instagram, além de outras ferramentas digitais.

Pensando-se nisso, juntamente com o Gabriel Morais, meu estagiário na APOGLBT SP, decidimos criar uma live com a Cláudia Regina. Cláudia é a primeira mulher e lésbica a presidir a ONG que organiza a maior Parada LGBT do mundo. Eu? Tive o prazer de organizar e mediar esse encontro digital que entrou no ar dia 08/05/2018 das 17h as 18h. E ficou tão incrível que diversos temas foram bem explicados por ela.

INCLUSIVE, no vídeo tem uma resposta dela sobre a crítica muito clichê de que a “Parada LGBT virou um carnaval fora de época!”. Quer escutar uma resposta da presidente sobre? Assista ao vídeo que conseguimos gravar para que todos pudessem ver.

Link direto aqui: https://youtu.be/F5XvJPADwxw

Ou assista incorporado agora mesmo:

E vamos compartilhar. Informação sempre foi uma arma muito importante para combater a ignorância.

DORITOS® RAINBOW lança campanha pró-LGBT incrível!

0
  • Sucesso no ano passado, produto volta ao Brasil e passa a ser comercializado nos principais pontos de venda de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná
  • Toda venda arrecadada será destinada a cinco instituições ligadas à causa LGBTQ+, uma em cada região do Brasil
  • Nova campanha é uma evolução da comunicação do ano passado e conta com participação da cantora Liniker, da medalhista olímpica Rafaela Silva, da drag queen e apresentadora de TV Ikaro Kadoshi, entre outros

São Paulo, maio de 2018 – DORITOS® Rainbow, em seu segundo ano no Brasil, vem com a proposta de fazer com que as vozes da comunidade LGBTQ+ sejam ouvidas. Com a campanha “Amplie seu mundo, escute a Voz de Rainbow”, a marca traz uma série de reflexões e ativações que mostram a evolução desta iniciativa que começou em 2017. Em 2018, DORITOS® irá reverter 100% das vendas do produto para cinco instituições ligadas ao Movimento LGBTQ+ e convidar consumidores a ampliarem seus pontos de vista praticando tolerância e aceitação.

Devido à grande procura do produto em 2017, quando foi distribuído a consumidores paulistas em ações de sampling, DORITOS® Rainbow passa a ser comercializado nos principais pontos de venda dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, a partir de maio até quando durarem os estoques. O valor de vendas arrecadado será 100% revertido a instituições ligadas ao Movimento LGBTQ+. Além da Casa 1, ONG parceira desde o ano passado, outras quatro instituições serão beneficiadas, uma por região do Brasil, escolhidas por meio de um edital, aberto no início de maio. As instituições interessadas podem se inscrever no site doritos.com.br e consumidores podem contribuir com indicações de projetos ou com doações. Em agosto, a marca anunciará os escolhidos.

O que a voz de Rainbow tem a dizer?

A evolução em relação ao lançamento de DORITOS® Rainbow, snack em versão comemorativa com tortilhas coloridas nas cores do movimento LGBTQ+, no ano passado é o mote da comunicação adotada em 2018. Anna Carolina Teixeira, diretora de Marketing de DORITOS® no Brasil, explica que o objetivo da campanha “Amplie seu mundo, escute a Voz de Rainbow” – assinada pela agência AlmapBBDO – continua sendo dar voz aos membros da comunidade LGBTQ+, mas que, para a volta do produto, a marca deseja levar a discussão a cada vez mais pessoas em toda a sociedade. “No primeiro ano, conversamos com a comunidade LGBTQ+ e celebramos a história do movimento com sua bandeira original. Para o segundo ano, fazemos um convite a todos para escutem o que os membros da comunidade têm a dizer e, desta forma, provocar discussões que possam contribuir na formação de uma sociedade mais diversa e aberta ao amor, igualdade e à aceitação”, explica Anna Carolina. Ainda de acordo com a executiva, “a campanha é mais uma importante inciativa para reforçar o posicionamento global da marca, que acredita na liberdade de expressão”.

A nova campanha traz membros da comunidade LGBTQ+ convidando os consumidores a “ampliarem o seu mundo” para novas vivências e pontos de vista.  O vídeo, em formato de manifesto, dá voz a seis pessoas da comunidade LGBTQ+ – o idealizador da CASA 1 Iran Giusti, o ativista do movimento João Silvério, a judoca e medalhista olímpica Rafaela Silva, a drag queen e apresentadora de TV Ikaro Kadoshi, o dono do canal Muro Pequeno, Murilo Araújo e a cantora Liniker – que aparecem falando sobre a necessidade de, cada vez mais, ampliar esta conversa. As mensagens também estarão presentes em ativações como OOH e nos patrocínios renovados com o Milkshake Festival e com a Parada do Orgulho LGBTQ+, ambos realizados em São Paulo nos dias 2 e 3 de junho, respectivamente.

Para mais detalhes sobre a campanha de DORITOS® Rainbow, para indicar uma instituição ou projeto ligado ao movimento LGBTQ+ ou para realizar doações à causa, acesse o site www.doritos.com.br.

“Fazia de tudo para ninguém descobrir que eu era gay”, disse Silvio Santos

0
Silvio Santos. Foto: Divulgação.

Silvio Santos é realmente uma figura! No último domingo (15), durante o seu programa, ele fez mais declarações divertidas durante o quadro “Exame de Calouros” com seus participantes.

“Você, com essa roupa, dá a impressão que não é homem com H maiúsculo”, disse brincando e, em seguida ainda em tom de piada, falou que era gay e fazia de tudo para esconder isso dos outros.

“Quando tinha 21 anos, fazia tudo para ninguém descobrir que era gay”, disse o apresentador, que foi um dos primeiros a levar transexuais e transformistas em seus programas de TV.

Não satisfeito, ainda com seu bom clima de humor, continuou: “No Rio de Janeiro eu bancava o machão porque se as pessoas pensassem que eu fosse gay, elas iriam cair no meu pelo […] Eu sempre tive vergonha de ser gay, era uma fraqueza minha”, disse o dono do SBT.

E, claro, apesar de ser brincadeira do Silvio. O fato é que muita gente realmente passa por isso. Tanto que meu primeiro livro escrito e publicado, foi sobre a homossexualidade e os processos psíquicos que envolvem a entrada e saída do armário, chamado O ARMÁRIO. Para ler (versão digital ou impressa), visite a página com todos os meus livros aqui http://fabricioviana.com/livros 😉

Onde realizar o teste para HIV em São Paulo? O autoteste gratuito?

0

O projeto A hora é Agora chega em São Paulo com o objetivo de ajudar as pessoas a fazerem o teste de HIV.

A plataforma virtual http://ahoraeagora.org foi lançada para promover a autotestagem, com objetivo principal de ampliar o diagnóstico precoce do HIV entre as populações mais vulneráveis à infecção por meio do teste de fluido oral.

Caso o resultado dê reagente/positivo feito em casa, ele deve ser confirmado com um novo teste, que é o teste confirmatório e que deve ser feito em uma unidade de saúde.

Todas as informações podem ser obtidas no site http://ahoraeagora.org ou pelo telefone 0800 16 2550

Aproveitando o assunto, caso você já saiba sobre sua sorologia (neste caso, positivo para o HIV), procure o mais rápido possível um centro de tratamento para começar a tomar os antirretrovirais. Quanto antes você tomar a medicação, mais chances você terá de ter uma carga viral indetectável e, assim, não transmitir o HIV. Além, é claro, de não deixar seu organismo chegar a uma quantidade baixa de CD4 (defesas!) e, assim, dar chance para as diversas doenças oportunistas.

Sua saúde (e de todos os seus amigos e amigas) em primeiro lugar!

#PSICOLOGIA: Entenda neste vídeo como evitar a autossabotagem!

0

Começou uma faculdade e não terminou? Teve um sonho e não foi atrás? Estava desempregado, começou a trabalhar e já está decepcionado e querendo sair? Não se sente capaz de começar e terminar as coisas? Desiste fácil de tudo? Será que você não está se autossabotando?

Em todo o caso, quem vai responder todas estas perguntas é você mesmo. Mas acho que esse vídeo é muito legal para levar todos nós a uma reflexão. Muitas vezes o prazer imediato fala mais alto do que investir em algo chato, cansativo e que leva tempo. Porém, como já diz o velho ditado, sem esforço não se chega a lugar algum.

Vamos assistir? E compartilhar? Vídeo produzido pelo colega de psicologia Fred Mattos:

E se você já teve um caso parecido, deixe comentários abaixo. Pode usar pseudônimo! Eu mesmo me identifiquei com a parte do Inglês que, por muita coincidência, também sempre deixei de lado. Hoje é que estou correndo atrás (inclusive, curando uma segunda graduação: Letras – Português / Inglês)

Mãe homofóbica “vibra” com o suicídio do filho gay.

0
Foto Reprodução / Facebook

O que eu sempre escuto dos jornalistas quando me ligam para me entrevistar sobre meus livros, especialmente sobre O Armário (sobre a homossexualidade e os processos psíquicos que envolvem a “entrada e saída do armário”) é que o mundo mudou. Que estamos mais tolerantes e falando mais sobre a homossexualidade.

O que eu digo pra eles é que não é bem assim. Uma pesquisa recente, que inclusive coloco no livro, feita em uma universidade no Rio de Janeiro com adolescentes sobre o tema é que eles pensam exatamente como nossos avós. Falamos mais? Temos mais visibilidade? Temos conquistas? Sim. Mas o mundo ainda é cheio de preconceito e LGBTfobia, especialmente nas escolas e dentro das próprias famílias. Foi o que aconteceu recentemente com o jovem Yago Oliveira, que postou nas redes sociais um desabafo sobre sua família e em seguida se matou.

Morador de João Pessoa (PB), Yago sofria preconceito de todos, especialmente de sua mãe extremamente religiosa. Dois meses antes de cometer suicídio, ele fez um longo desabafo no Facebook:

No dia 14 de Março Yago foi encontrado morto dentro do quarto enforcado. A polícia registrou como suicídio. Entre diversos comentários no Facebook do garoto, o comentário da mãe dele (dado com exclusividade ao portal Mixturando) foi o que mais surpreendeu a todos:

“O Homem lá de cima atendeu meu pedido, prefiro um filho morto do que vivo e pecador, seria uma eterna vergonha e uma desonra sem tamanho”

Casos como o dele, como eu disse acima, são ainda muito comuns. Lembro-me até de um rapaz, adulto, gay, que mora sozinho e com quem trabalhei recentemente, que disse que no grupo do whatsapp de família dele, todos estavam criticando homossexuais e isso o tinha deixado muito triste.

Então, o mundo mudou sim. Mas o preconceito e discriminação ainda existem e podem ser bastante cruéis. Não por acaso, meu outro livro, um romance gay chamado THEUS, baseado em fatos reais de fazendas religiosas que curavam gays aqui no Brasil, faz também muito sucesso: é impossível um leitor, gay, não se identificar com diversas partes (aliás, os comentários de leitores na Amazon Brasil são incríveis).

E para quem acha que estamos evoluindo, engana-se, pois políticos religiosos estão aí, criticando gays de forma fervorosa: promovendo o ódio e não o amor que tanto pregam. Nesta luta, todos perdem. Infelizmente.