Há muitos anos, logo que lancei meu livro sobre a homossexualidade chamado O Armário, o pai de um amigo muito próximo me disse que tinha muito medo do filho dele se tornar homossexual. Me falou que, para “evitar isso”, ele levava o filho apenas pro futebol, fazia questão dele estar sempre com homens e coisas do tipo. O que eu disse a ele? Fui bem sincero. Disse a ele que não tem nada de errado em ser homossexual, e que, se o filho dele fosse homossexual no futuro, ele iria adorar estar sempre rodeado de homens.

O pai deu risada. Não sei se foi de nervoso. Entretanto, o que as pessoas precisam entender é que a orientação sexual dos filhos não está em nossas mãos e nem nas mãos de ninguém. Por isso, brincar com seu filho vestido de Elsa, cantando e dançando “Let It Go”, nunca, jamais, fará seu filho homossexual.

Ele poderá ser, independente de qualquer coisa. Logo, esse pai está realmente de parabéns. Pois há amor. E amor é tudo o que mais importa nessa vida.

Talvez por isso o vídeo tenha viralizado recentemente.

Assista:

 

View this post on Instagram

 

mom is gone, no stress💞 #Dad&Son

A post shared by Ørjan Burøe (@orjanburoe) on

Em entrevista a CBS News, Orjan Buroe disse que o filho é muito fã da personagem da Disney e que imaginou que se vestindo junto do filho, poderia viver a experiência ao lado da criança. Disse ainda que o filho se atrai por Elsa por ser uma personagem forte, e não por questão de cor ou gênero.

“Para ele, ela é uma super-heroína”, disse.

PUBLICIDADE:


POLÊMICO. ASSISTA MEU VÍDEO:



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.