Terapeuta que defende a “cura gay” é pego caçando em aplicativo gay!



Pois é, se você já leu o livro chamado “Homossexualidade uma Historia” de Colin Spencer, ou leu meu livro chamado O Armário, ou ainda meu romance gay Theus, ou ainda (sim, tem muitos casos!) assistiu a entrevista que eu fiz em vídeo com o Sérgio Viula sobre quando ele era pastor evangélico e “curava gays” aqui no Brasil, vai saber que casos como este são bem mais comuns do que a gente imagina.

Mas se você está entrando em contato com esse tema absurdo pela primeira vez na vida, vou ser gentil e te dizer a real: a maioria das pessoas que são contra a homossexualidade, tem sim algo lá no seu intimo que rejeita dentro de si. A história, os casos e a psicologia (olha que minha primeira formação é em psicologia!) deixa essa questão bem claro.

Então, vamos aos últimos fatos. Recentemente, o terapeuta Norman Goldwasser, judeu ortodoxo norte americano que sempre foi na mídia dizer que ele conseguiria “reverter a homossexualidade” em alguém, algo que sabemos que é impossível (enfatizo aqui, leia meu livro O Armário), foi pego em flagrante em um aplicativo gay (via web) chamado Manhunt e exposto na Internet.

Veja só seu perfil:

Com o usuário HotnHairy72, Normam trocou informações com outro usuário chamado Wayne Besen, que, para a má sorte do terapeuta, é um dos responsáveis pelo portal gay chamado Truth Wins Out.

Após a descoberta, Wayne disse ao portal Cocktails and Cocktalk o motivo que o levou a expor Normam: “A vida dupla de Norman Goldwasser mostra toda hipocrisia e natureza dessa indústria de ‘cura gay’. Fiz isso para expor o ridículo e pedir a todos os Estados do país que proíbam a cura gay, este tipo de terapia que só prejudica pessoas LGBTs jovens e coloca suas vidas em risco”.

E ainda foi além, dizendo o que eu também tentei dizer lá em cima, no início dessa minha postagem: “Ele é um caso típico de charlatão que ilude clientes e afeta a saúde mental dos mesmos fazendo acreditar que orientação sexual seja algo que possa ser revertido”.

Aliás, se você quiser realmente saber mais sobre essas pessoas, que “curam gays” mas que no fundo são ou tem desejos homossexuais reprimidos, sugiro ler o livro do Colin Spencer, meu livro chamado O Armário, meu romance gay Theus, ou ainda assistir a entrevista que eu fiz em vídeo com o Sérgio Viula. Como eu disse, há muitas histórias parecidas dessa no mundo.

Infelizmente.

E, só pra reforçar, não se cura o que não é doença, tá?

Isso nunca!

 








Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), escritor premiado e bacharel em psicologia. Com mais de 20 mil leitores, Viana é autor do livro O Armário (sobre a homossexualidade), Ursos Perversos (literatura erótica), Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT premiada), Theus: Do fogo à busca de si mesmo (romance com temática gay) e outras publicações. Entre seus projetos, destacam-se o Educando Para Diversidade e a Bons Livros Editora Digital. Siga seu Canal no Youtube e suas redes sociais.
Aproveite sua visita e compre a versão impressa
ou digital dos meus livros (LGBTs, MKT e Psico) neste link fabricioviana.com/livros



Tem um tempinho? Assista a apresentação
do meu Canal no Youtube:











DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.