Segundo estudo, quanto mais café você toma, mais você vive!



Presente em nossa cultura há mais de dois séculos, beber café de manhã, a tarde ou até mesmo a noite algumas vezes, faz parte da vida de muitas pessoas que geralmente associam o sabor com o benefício de se manter acordado e com mais disposição para realizar tarefas.

Mas será que tomar café traz reais benefícios? Bem, um estudo recente realizado na Inglaterra em parceria com o Instituto Nacional do Câncer, Instituto Nacional de Saúde e da Escola de Medicina Feinberg, provou que o consumo do café pode influenciar nossa longevidade e que, quanto mais café tomamos, mais tempo vivemos.

Sobre o estudo e conclusões?

O objetivo da pesquisa era verificar se o café aumentava o risco de mortalidade caso fosse ingerido em grandes quantidades, principalmente por apresentar problemas no metabolismo da cafeína.

Depois de estudar meio milhão de pessoas (muita gente, não?), os resultados deixaram claro que associações inversas entre o consumo do café X mortalidade entre participantes que bebiam de 1 a 8 ou mais xícaras por dia. Concluindo-se que, além de viverem mais, os consumidores regulares de café tendem a ter uma vida mais longa do que os que consomem moderadamente.

Claro que o resultado do estudo é uma correlação e não uma conexão causal. Em outras palavras, não é provado, de fato, que o café seja o responsável pela longevidade, mas que foi observado que as pessoas que consumiam muito mais café tinham uma vida mais saudável e longa.

Para comprovar essa correlação há necessidade de mais estudos. E, como cada organismo humano funciona de um jeito, o consumo de café deve ser feito com moderação colocando-se o bem-estar em primeiro lugar: se beber café causa gastrite em determinadas pessoas, deve-se ser evitado, por exemplo. Afinal, não é porque esse estudo diz que quem bebe muito café vai viver mais que você vai se beber litros de café por dia, sofrendo com uma grande gastrite caso você tenha, certo?

Você bebe café? Pouco? Muito? Comenta abaixo. Eu amo! Especialmente para ler, estudar ou escrever. Caso não tome, como essas atividades forçam mais nossa visão, interpretação e concentração, o sono vem automático: mesmo sendo atividades que gosto e que já são rotineiras na minha vida.








Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), escritor premiado e bacharel em psicologia. Com mais de 20 mil leitores, Viana é autor do livro O Armário (sobre a homossexualidade), Ursos Perversos (literatura erótica), Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT premiada), Theus: Do fogo à busca de si mesmo (romance com temática gay) e outras publicações. Entre seus projetos, destacam-se o Educando Para Diversidade e a Bons Livros Editora Digital. Siga seu Canal no Youtube e suas redes sociais.
Aproveite sua visita e compre a versão impressa
ou digital dos meus livros (LGBTs, MKT e Psico) neste link fabricioviana.com/livros



Tem um tempinho? Assista a apresentação
do meu Canal no Youtube:











DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.