Segundo DataFolha, 74% das pessoas acham que a homossexualidade deve ser aceita



Segundo pesquisa do Datafolha divulgada ontem (27/10/18) e publicada no site G1, o resultado foi que 74% dos brasileiros acham que a homossexualidade deve ser aceita por toda a sociedade.

A pesquisa, realizada entre 24 e 25 de Outubro, ouviu 9,173 pessoas em 341 municípios do Brasil sobre temas ligados a homossexualidade, salário de mulheres e negros e posse de armas.

Sobre a homossexualidade, a pergunta foi exatamente esta: “A homossexualidade deve ser aceita por toda a sociedade” ou “A homossexualidade deve ser desencorajada por toda a sociedade”.

O resultado foi:

74% = A homossexualidade deve ser aceita por toda a sociedade;
18% = A homossexualidade deve ser desencorajada por toda a sociedade;
8% = Não sabe.

Ainda sobre a pesquisa:

Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos
Entrevistados: 9.173 eleitores em 341 municípios
Quando a pesquisa foi feita: 24 e 25 de outubro
Registro no TSE: BR-05743/2018
Nível de confiança: 95%
Contratantes da pesquisa: TV Globo e “Folha de S.Paulo”
O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.








Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), escritor premiado e bacharel em psicologia. Com mais de 20 mil leitores, Viana é autor do livro O Armário (sobre a homossexualidade), Ursos Perversos (literatura erótica), Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT premiada), Theus: Do fogo à busca de si mesmo (romance com temática gay) e outras publicações. Entre seus projetos, destacam-se o Educando Para Diversidade e a Bons Livros Editora Digital. Siga seu Canal no Youtube e suas redes sociais.
Aproveite sua visita e compre a versão impressa
ou digital dos meus livros (LGBTs, MKT e Psico) neste link fabricioviana.com/livros



Tem um tempinho? Assista a apresentação
do meu Canal no Youtube:











DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.