.......... PUBLICIDADE. VÍDEO NOVO. ASSISTA!:

GRATUITO:

..........

Sim, já começou o mimimi. Porta dos Fundos, canal incrível e que sempre tirou muita onda de gente retrógrada (Antonio Tabet é um cara incrível), agora sofre com alguns religiosos e políticos (que aparentemente não tem mais o que fazer) que querem boicotar o filme “A Primeira Tentação de Cristo” recém incluída no catálogo da NetFlix.



E o motivo do boicote é simples: colocaram um Jesus gay. Que “ainda por cima” tem relacionamento com o cara do mal e inclui prostitutas e outros personagens que, todos sabemos, tem muito na Bíblia e até agora ninguém falou nada.

Para tirar a prova e ver se o vídeo (que é um Especial de Natal) realmente é chato, tira sarro com os cristãos ou com a religião em si, resolvi assisti imediatamente. Melhor: tem apenas 46 minutos. Assisti hoje na hora do almoço.

E, olha meus leitores e amigos queridos, eu fiquei perplexo com o que vi. Sabem porquê? Não vi absolutamente nada de mais. E pior, não é só Jesus que aparece no vídeo, Buda e outros “deuses” também. Mas obviamente, ninguém fala nada né? O problema é mesmo Jesus ser gay. Alias, o problema é – mais uma vez – a homossexualidade em si (que conto a história no meu primeiro livro chamado O Armário – um dos mais lidos e respeitados da atualidade sobre a homossexualidade e “saída do armário”).

O incrível @gduvivier se pronunciou, como Jesus, em texto na @folhadespaulo:

Queridos seguidores, aqui quem fala é Jesus. De novo. É chato ter que repetir as coisas. Achei que bastasse a Bíblia. Pedi pro pessoal contar quatro vezes a minha história, pra ajudar a fixar“, disse.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Antes que me esqueça: assisti ao especial. Não gostei. Merecia o Emmy? Não. O ator que me interpreta tem meio metro a menos que eu, e uns vinte quilos a mais, praticamente minha versão hobbit. Mas ofender, ofender, não ofendeu.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Gregório disse não se importar com a possibilidade de Jesus ser gay, “Ah, mas o Jesus deles é gay.” Gente, o humorista que quiser me irritar vai ter que se esforçar mais um pouquinho. Mas tem gente no Brasil que tá conseguindo. Desempregado pagando INSS? Vai tomar no cu. Desculpa meu aramaico“, completou.

E é exatamente isso o que eu penso. Ou pensamos. Tanta coisa pra estes religiosos e políticos se preocuparem e vão se preocupar logo com o fato de Jesus ter uma versão ficcional gay?

É claro que o buraco é mais embaixo. É a estratégia midiática de Silas Malafaia e tantos outros que usam a homossexualidade ou os LGBTs para atacá-los e ganhar mídia. Quanto mais se ataca, quanto mais se cria polêmica, mais seguidores eles ganham.

E quem perde, mais uma vez, é a sociedade. Somos nós, seres humanos que nascemos diversos em todos os sentidos. E sem diversidade, sem humanidade, não vamos a lugar algum. Nunca.

Logo, precisamos boicotar esse povo do boicote que até o momento já tem mais de 400 mil assinaturas (ou seriam robos fakes, né?). Por isso a importância de termos voz, de compartilharmos sempre notícias e informações pró-LGBTs.

Que este Especial de Natal com Jesus Gay seja o primeiro de muitos. E que outras produtoras e artistas mostrem – mesmo sendo com humor – a diversidade do mundo.

Afinal, e se Jesus for realmente gay? Qual o problema? Nenhum. Pelo menos não deveria.

Comente e me siga nas minhas redes sociais!

PUBLICIDADE:


POLÊMICO. ASSISTA MEU VÍDEO:



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.