Início Site Página 3

SKOL leva Daniela Mercury para celebrar a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

1

A SKOL é, pelo segundo ano consecutivo, parceira oficial da Parada LGBT de São Paulo. A empresa, que costuma trazer grandes atrações, terá nesse ano Daniela Mercury como destaque do seu trio elétrico.

A cantora, que defende o respeito e a causa LGBT, será uma das principais atrações do evento.

Devemos cada vez mais ostentar a força da comunidade LGBT e agir contra a violência e a favor dos direitos humanos. Estou muito feliz de comandar este trio em uma das maiores paradas LGBT do mundo. Mais que uma celebração, a Parada de Orgulho LGBT é uma atitude política”, disse a cantora baiana.

Comandado por Paullete Pink, uma das mais icônicas drags do Brasil, o trio da SKOL promete agitar a Avenida Paulista. Ao longo do percurso, Daniela fará o seu show e DJ Adipe encerrará a programação.



Para SKOL, o diálogo e a conscientização são passos importantes para se chegar ao respeito e por isso é tão importante para nós apoiarmos a Parada do Orgulho LGBT”, comenta Maria Fernanda de Albuquerque, diretora de marketing de SKOL.

Além do trio, SKOL terá uma edição especial de sua lata de 269 ml que terá sua conhecida seta-logo vestida com as cores da bandeira LGBT. Parte da venda será destinada para a Casa 1, uma local de acolhida e centro cultural para jovens expulsos de suas casas por sua orientação sexual ou identidade de gênero.

Lembrando que a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo será dia 18/06 e o evento oficial no Facebook é https://www.facebook.com/events/105978123240834

Dia 15 de Junho, para quem estiver ou chegar em São Paulo antes da Parada, tem também a Feira Cultural LGBT no Vale do Anhangabaú, uma feira com mais de 200 mil participantes. Link do evento: https://www.facebook.com/events/1113142945497908

Sobre a polêmica crítica da voz de Pabllo Vittar

0

A primeira vez que escutei Pabllo Vittar fiquei encantado com a produção do seu clipe e as letras das músicas. Porém, algo me incomodou de cara: sua voz.

Embora não seja cantor e não entenda nada de canto, uma observação foi clara desde o primeiro dia: não vi força em sua voz. Aquela voz que faz todos estremecerem. Na época, falei para meu marido sobre, e ele me repreendeu: “Para, ela está fazendo o maior sucesso!”. Eu fiquei quieto, pois essa não era a questão. Mas como toda boa pessoa formada em psicologia, lembrei: emoções fazem fãs lutarem por seus ídolos a qualquer custo. Nada contra. Como escritor de livros com temática LGBT, tenho vários leitores que também me defendem cegamente! E nem sou tão bom assim, embora tenha meu charme literário, admito.



Mas, voltando pra Pabllo, vi seu show na festa Milkshake em São Paulo e achei ela uma artista fantástica independente de qualquer coisa! Merecendo o sucesso, nosso respeito e admiração!

O que aconteceu nesta semana é que, do nada, esbarrei com esse vídeo e meu pequeno desconforto sobre sua voz e achei bem interessante.

O Marcio Guerra é técnico vocal, dá aulas de cantos e gravou um vídeo narrando as falhas da voz da Pabllo Vittar. E tem lógica. Não que isso desmereça seu trabalho ou vá acabar com seus fãs. Mas se ela usar isso para melhorar, porquê não?

Assista ao vídeo e as críticas:

O que achou? Deixe seus comentários para que eu e outros leitores meus possa ler.

Livros LGBTs: Fabrício Viana com mais 9 autores no Vale do Anhangabaú dia 15/06

0

Dia 15/06, durante a Feira Cultural LGBT no Vale do Anhangabaú em São Paulo, Fabrício Viana estará – junto com mais nove autores – no 2º Bate-papo com Autores/Editoras de Literatura LGBT.

Com um público aproximado de 200 mil pessoas, esta é uma grande oportunidade para que todas as pessoas apaixonadas por livros com temática LGBT possam conhecer seus autores, editoras e comprar seus romances, crônicas, poesias, livros de não fição, livros eróticos, entre outros gêneros literários e ainda conversar com seus autores/editoras preferidos.

A tenda de Literatura LGBT terá início as 10h da manhã e irá até as 22h do mesmo dia. Entre os autores/editoras, estarão presentes (em ordem alfabética):

>> Alice Reis (WonderClub)
http://wonderclub.com.br/

>> Aline Stivaletti / Fábio Carvalho
aline.stiva@gmail.com

>> Fabrício Viana
http://fabricioviana.com/livros

>> Karina Dias
http://karinadias.com.br/

>> Léa Carvalho / Malu Santos (Editora Metanoia)
http://metanoiaeditora.com/



>> Manuela Neves (Editora Vira Letra)
http://editoraviraletra.com.br/

>> Occello Oliver (Cultura em Letras Edições)
http://culturaemletrasedicoes.com.br/

>> Paula Curi (Palavras, Expressões e Letras)
http://editorapel.com.br/

>> Silvano Sulzart
http://www.silvanosulzart.com.br/

>> Valdo Resende
https://valdoresende.com/literatura

Serviço:

Literatura LGBT: 2º Bate-papo com Autores/Editoras
Dia 15/06 – Quinta-feira (feriado)
Das 10h as 22h.
Local: Vale do Anhangabaú em São Paulo
Entrada gratuita
Link do evento:
http://paradasp.org.br/literaturalgbt2017

Motorista da UBER em São Paulo vence concurso em site de relacionamento gay

0

Lukas Santos, de 24 anos, que trabalha como motorista da plataforma UBER em São Paulo venceu o concurso promovido pelo site de relacionamento gay chamado Manhunt.

Com 23% de votos recebidos, Lukas venceu seus nove concorrentes fazendo campanha entre seus amigos. Ele conta que estava em uma balada em São Paulo quando ficou sabendo do concurso e dediciu participar. Criou seu perfil no site e começou a fazer campanha entre seus amigos usando as redes sociais.



Como prêmio, o rapaz ganhou um iPhone 6s, vale-compras na livraria Sariava e será modelo em uma nova campanha do site, além de fazer presença VIP em festas e eventos.

E você? Participaria de algum concurso destes?

Gostou do rapaz? Outra parte muito legal é que a Uber sempre foi muito parceira do público LGBT. Uma empresa visionária!

Ganhe um livro no lançamento de “[in]contadas: aquelas que não podem falar dizendo o que não deve ser dito”

0

Dia 08/04 as 15h vai acontecer o Lançamento do livro “[in]contadas: aquelas que não podem falar dizendo o que não deve ser dito”, da Editora Vira Letra, na cidade de Franca em São Paulo.

Detalhe: LIVRO COM DISTRIBUIÇÃO GRATUITA!

E, a partir do dia 08/04, o ebook estará disponível, também gratuitamente, na Amazon!

[in]contadas é uma coletânea de contos de literatura lésbica organizada pela escritora Diedra Roiz e pela editora Manuela Neves, realizada por meio do Programa de Ação Cultural – PROAC, do Estado de São Paulo.



São 15 autoras que fazem parte da coletânea:

Ana Paula Enes
Bel Mazzanti
Carla Gentil
Cidinha da Silva
Danieli Hautequest
Diedra Roiz
Hanna K.
Inaê Diana
Jackie Rodrigues
Lis Selwyn
Manuela Neves
Márcia Rocha
Marina Porteclis
Priscila Cruz
Wind Rose

Importante:

Como ganhar seu livro?

Retirar na Editora Vira Letra em Franca/SP dia 08-04 (das 15h às 18h) ou pedir no site da Vira Letra http://www.editoraviraletra.com.br (o livro é gratuito, mas o envio é pago! Você pode escolher a forma mais barata de envio.

Como ganhar seu ebook?

Será disponibilizado de graça na Amazon a partir do dia 08/04.

Livro digital: A ORIGEM DA ESQUIZOFRENIA

0

Livro Digital: A origem da esquizofrenia. Uma abordagem comunicacional do duplo vínculo segundo a antipsiquiatria

Com 17 anos eu fui cursar psicologia. Ou era psico ou alguma área de tecnologia/programação. A decisão? Eu já entendia muito de sistemas (era um pouco hacker!) então decidi estudar coisas que não sabia: a mente humana.

Durante o curso, percebi que não queria atuar como psicólogo (quem sabe um dia?). No quarto ano eu era gerente de negócios de um site importante e, logo em seguida, virei gerente de comunicação em outro. Foi nesta mesma época que eu comecei a fazer uma terapia corporal reichiana e conheci o Ludens (que surgiu do Soma, do falecido psiquiatra Roberto Freire). O Ludens e o Soma tinham quase os mesmo princípios, por meio da arte, capoeira de angola, princípios da gestalt e jogos corporais, remover a neurose neuromuscular do corpo. Era lindo. Mas, o que mais me impressionou nela, foi sobre como eles viam a loucura (poesias e contos eram publicados na Agenda da Tribo: editora deles!): a questão do duplo vínculo comunicacional dentro da área da antipsiquiatria. Pirei na nova teoria (distante da psiquiatria tradicional) e pensei, vou estudar isso para o meu TCC de psico.

E foi exatamente o que eu fiz. Meus colegas acadêmicos de psico amaram o tema. Nem minha professora conhecia essa “nova teoria” (com vários trabalhos comunicacionais em Palo Alto) sobre a pragmática da comunicação humana. Resumidamente, entre várias teorias sobre a origem da loucura, esta é baseada em comunicações dúbias: se uma criança recebe constantemente duas mensagens dúbias (uma boa e uma ruim: dentro de uma só) durante todo o seu desenvolvimento, ela não entende e essa confusão fará parte da sua psique, desenvolvendo a esquizofrenia.

Claro que essa é a versão super resumida mesmo. Algo do tipo: “Olha, estou te batendo porque você fez coisa errada. Mas é para o seu bem!”. São duas mensagens em uma: estou te machucando mas é algo bom. Como pode isso? Claro que a gente recebe comunicações dúbias as vezes. O problema é, de fato, de quem recebe muito estas comunicações: ou ainda, apenas ela, durante toda a vida (geralmente é passado de pai/mãe para filho/a).

Depois do meu estudo e publicação (1998), eu comecei a ver meu trabalho de TCC e esse distúrbio da comunicação humana em todos os livros, filmes e assuntos que envolviam a esquizofrenia. Até mesmo no filme Psicose, super conhecido e que eu tinha assistido várias vezes, só fui perceber essa visão quando assisti novamente: e lá esta no filme a comunicação dúbia que o protagonista recebia da mãe.

Achei incrível. Os anos se passaram. Eu já estava em outras áreas (comercial, marketing, publicidade, etc) e resolvi fazer uma pós em comunicação e marketing. Depois, por ter publicado vários livros e escrever para diversas revistas, ganhei um registro de jornalista pelo Ministério do Trabalho e hoje trabalho (com muito prazer) como jornalista. A principio não pretendo me aventurar em outras áreas mas, se der vontade, vou tranquilamente! Gosto de me testar e conhecer coisas novas.

Mas vamos voltar para o TCC. Ele ficou tão bacana que, embora eu não tenha feito uma correção gramatical devida (e naquela época com certeza eu deveria ser péssimo!), resolvi publicar ele na Amazon Brasil como livro digital. E, pasmem, durante vários anos ele foi um dos mais vendidos na categoria “saúde mental”.

Então, se você procura conhecer este tema, aqui vai o link dele:
https://www.amazon.com.br/gp/product/B00UCOZJLO

Lembrando que publicações minhas que não são LGBTs eu assino como Fabrício Darlan Viana. E outras, com outros pseudônimos não divulgados! 🙂

Conteúdo (sinopse lá na Amazon):

Trata-se de uma visão diferenciada sobre a origem da loucura pelo olhar dúbio da comunicação humana durante a formação da personalidade. Um trabalho científico que pode ser lido por médicos, psicólogos, psiquiatras e todos aqueles que buscam uma explicação maior para uma das doenças mentais mais conhecidas da humanidade: a esquizofrenia.
Capítulo 1 – Abordagens da doença mental
Abordagem médica
Abordagem psicanalítica
Abordagem sistêmica
Abordagem sacrificial
Abordagem política
Capítulo 2 – A Psiquiatria – Abordagem médica da doença mental
Capítulo 3 – A Antipsiquiatria – Indagação e Revolução
Capítulo 4 – A Política das Relações Humanas
Capítulo 5 – Família, Esquizofrenia e Antipsiquiatria
Capítulo 6 – Teoria do Duplo Vínculo
6.1. A comunicação humana – um pouco de sua teoria
6.1.1. Comunicação paradoxal – Introdução ao paradoxo
6.2. A prática do duplo vínculo
6.2.1. O funcionamento do duplo vínculo
6.2.2. Os ingredientes do duplo vínculo
6.2.3. Colocando um indivíduo no duplo vínculo
6.3. Duplo vínculo e a fabricação da loucura – síntese
CONCLUSÃO
BIBLIOGRAFIA

Resenha em vídeo do meu romance gay feito pelo Dandy Souza! Assista!

0

O Dandy Souza acabou descobrindo um dos meus livros com temática LGBT, leu e produziu uma resenha muito legal no blog dele. Depois, não satisfeito (eita menino lindo!), fez questão também de gravar um vídeo em seu canal.

Olha que legal (vídeo abaixo)! Meu romance gay THEUS já foi resenhado muitas vezes (inclusive em vídeos), mas foi a primeira vez que alguns trechos foram destacados! 🙂

Por estas e outras eu continuo insistindo em escrever, cada vez mais, livros. Conquistando, cada vez mais leitores. Meus leitores! <3

Lembrando que para comprar o Theus ou outras publicações minhas, o link (para o material impresso ou digital) é este aqui: http://fabricioviana.com/livros

Obrigado Dandy (e tantos outros) por fazer esse careca aqui um pouco mais feliz! 🙂

 

Menino de sete anos leu em um ano 88 livros. E você?

0
Foto/Reprodução

Carlos Eduardo é natural de Palmas, no Tocantins, e durante o ano de 2016 ele leu 88 livros (o que dá uma média de 7 livros por mês). Incrível, não? Para quem não sabe, a média de leitura de um brasileiro é de apenas 4 livros por ano, sendo que, destes 4, ele chega ao final apenas de 2. Esta estatística é lamentável e infelizmente se repete a cada ano.

Para piorar, além do brasileiro ler pouco, a qualidade dos livros ainda é duvidosa. Alguns livros religiosos de péssima qualidade (com escrita confusa e por aí vai indo), fazem parte destas estatísticas de leituras dos brasileiros.

Mas, meu post hoje é para falar do Kadu, como o garoto gosta de ser chamado. Em entrevista a TV Anhanguera, ele disse que graças aos livros ele pode rir de novas piadas e novas aventuras, além de uma infinidade de mundos que ele não teria acesso apenas com a convivência com amigos. O habito da leitura foi introduzido pela mãe e ele acabou se apaixonando.

Além do garoto ler, ele também já se aventura a criar suas próprias histórias. Até o momento, ele já escreveu quatro livros ainda não publicados. Quanto ao futuro, ele já tem traçado: quer ser médico e escritor.

Muito legal, não? Ai, vem a pergunta final, e você? Quantos livros já leu este ano? Quantos pretende ler? Há alguns anos eu li um artigo com dicas de leitura para quem estava iniciando a leitura de livros. Entre várias, a principal (e que nunca me esqueço) era: leve o livro sempre em suas mãos. Vai para a escola? Leve ele na mão. Vai para o trabalho? Leve ele na mão. Vai viajar? Leve ele na mão. Quando você leva o livro na mão, qualquer minuto ocioso vira oportunidade para conhecer seu conteúdo. E realmente funciona.

Se quiser tentar, faça e depois volta aqui e me diz se funcionou ou não. Quem sabe você não aumenta a lista das suas leituras? Afinal, é mais do que comprovado que, quem lê mais, amplia muito seus horizontes. Tem mais criatividade, mais assuntos, mais vidas que não seriam vividas. Então, vamos todos incentivar a leitura sempre.

Super abraço do careca, jornalista, escritor, barbudo e também leitor aqui. 🙂

Eduardo Lages, o escritor que se movimenta. Um exemplo!

1

Escrevo desde 2006, meu primeiro livro, publicado de forma independente e que trata da homossexualidade e os princípios que envolvem a “entrada e saída do armário” hoje é um sucesso. Mas ele não seria, nem meus outros livros (inclusive premiados) se eu tivesse escrito e ficasse de “braços cruzados” como a maioria dos meus amigos autores.

É verdade. Estamos na era digital. A era do compartilhamento e das redes sociais. Um escritor que não se movimento, que não sai do seu lugar comum, dificilmente será lido. A, tá, mas grandes escritores nada fazem, apenas aguardam a editora fazer todo o trabalho de marketing. Sim, é verdade. Mas, para toda arte, não são todos os felizardos que tem seu trabalho reconhecido e investido por grandes produtores. Os casos de sucesso são raros e, se você ama escrever como eu, Eduardo Lages e tantos outros, tem que fazer por onde.

Sim, o Eduardo Lages é um dos vários exemplos que sempre vou citar. O cara largou o trabalho de designer e, quase todos os dias, vai até a Avenida Paulista, monta sua barraca e vende seus próprios livros. Incrível, não? E, entre várias entrevistas que li dele, funciona! Ele está fazendo seu próprio salário. Tanto que ele já esta com dois livros e escrevendo mais um.

Isso prova, por A + B, que, quem ama escrever realmente precisa correr atrás de sua arte literária. Eu mesmo só fui em vários programas de TV, dei entrevistas, etc graças a esta minha militância e persistência. Não recebi prêmios por acaso. Não sou reconhecido por acaso. Não sou amado (e raramente odiado) por acaso. Tem todo um trabalho que vai muito além do escrever. E é isso que muitos autores precisam entender. Sair da sua zona de conforto e se movimentar. Partir para a ação. Tanto que é meu objetivo, em breve, ensinar várias técnicas para novos autores (caso queira, cadastre-se em minha newsletter)

Que Eduardo Lages, e tantos outros, vislumbre seu sucesso. Que alcance cada vez mais leitores e conquiste cada vez mais seu público leitor. Eu o admiro. Eu faço coisas parecidas. E fico triste porque muitos autores, apenas reclamam da vida e da não venda dos seus livros e nada, absolutamente nada, fazem para melhorar essa condição.

Espero que tenham gostado deste exemplo. Logo mais, posto outros. Temos muitos. Felizmente. Um grade abraço do escritor careca e barbudo. E, um especial pro Eduardo, que pode ser encontrado neste link.

Conto Lésbico na Amazon: Julia e Sara. Amor entre mulheres

0
Este conto faz parte da premiada obra Orgias Literárias da Tribo. A autora é Karina Dias. Narra a história apaixonante entre Julia e Sara, mulheres que iniciam um contato por telefone, acabam se conhecendo, trocando experiências e, quando percebem, estão perdidamente apaixonadas uma pela outra. Uma história linda, narrada com muito amor e paixão por Karina, escritora assumidamente lésbica com vários livros premiados.
 .
Compre sua versão ebook digital aqui.

ENQUETE: Você pagaria R$ 27.500 em um livro raro?

0

Andando pelo Mercado Livre, achei este anúncio de um livro de medicina antigo custando R$ 27.500. Curioso, fiz uma consulta e fiquei sabendo que a média de valores de livros raros é esta mesma, porém, como não sou milionário e nem colecionador, jamais daria esse valor por um livro destes.

E vocês, dariam R$ 27.500 em um livro raro? Responda a enquete:

Vocês dariam R$ 27.500 em um livro raro?

Youtuber Lukas Marques do canal “Você Sabia?” é racista, homofóbico e xenofóbico!

0

Pois é galerinha, com mais de 7 milhões de seguidores e recebendo R$ 65 mil para produzir uma propaganda para o MEC, o youtuber Lukas Marques é racista, homofóbico e xenofóbico. As atrocidades publicadas por ele em seu twitter são deprimentes. Confira algumas delas, publicadas pelo Sensacionalista:

Screen Shot 2017-02-17 at 3.27.37 PM

Screen Shot 2017-02-17 at 3.28.54 PMScreen Shot 2017-02-17 at 3.40.54 PMScreen Shot 2017-02-17 at 3.42.07 PMScreen Shot 2017-02-17 at 3.46.42 PMScreen Shot 2017-02-17 at 3.47.14 PM

Triste hein? Espero que o Youtube, assim como aconteceu em outros paises, corte todos os privilégios da conta deste deprimente rapaz. Que seja uma punição exemplar, que nenhuma empresa ou órgão o contrate para qualquer coisa e que grupos do movimento negro e LGBTs, entre com uma representação legal. Mesmo porque, racismo é crime!

Top 12 Livros Gays para você ler na Amazon (Kindle)!

0

Ler livros recomendados ainda é ótimo, não? Então confira esta lista de 12 livros LGBTs publicado pela APOGLBT SP para ler na Amazon Brasil para Kindle. O meu livro está na lista (tenho outros aqui, se interessar).

Boa leitura!

 

THEUS: Do fogo à busca de si mesmo
Autor: Fabrício Viana
Sinopse: A história narra a vida do jovem Junior, também conhecido como “Theus” por causa de seu estranho nome “Prometheus”, e a busca inconsciente por um grande amor. Começa exatamente em uma balada gay no centro da capital de São Paulo. Porém, não é de lá que vem toda a história. Junior passou por poucas e boas. Ele morava no Interior. Foi na roça que ele conheceu Ronaldo, começou a ter relações sexuais com ele e foi pego em flagrante por seu pai que, sem saber o que fazer, o internou em uma fazenda que prometia “curar homossexuais” em BH. Parece surreal? Não, estes lugares ainda existem! E são muitos! Junior ficou lá por vários meses seguindo uma rígida rotina religiosa. Mas algo estranho aconteceu. Algo tão estranho que fez Junior fugir desesperadamente, pegar a primeira carona na estrada e vim parar na capital, bem na Praça da República. Sem ter para onde ir ou dormir, Junior conhece Gabriel, seu anjo, e sua namorada Michele. E é aqui que uma segunda história começa. Sua nova vida. Sua nova família. Junior, que desde o início buscava seu grande amor, até mesmo dos pais, finalmente o encontra. Talvez ele estivesse o tempo todo ao seu lado. Talvez não. O que aconteceu? Seria tarde demais? O que significavam aqueles códigos? Números aleatórios espalhados na capa e por todo o livro? A revelação é surpreendente e vai abalar as estruturas de qualquer leitor. Afinal, não tem como esquecer a mais bela, sensível e autêntica declaração de amor: “Te amo, Junior. Sempre te amarei!”.

 

Legado de Paixão
Autora: Diedra Roiz
Sinopse: Uma herança inesperada poderia resolver todos os problemas de Isabela. Porém, ela só receberia tudo que lhe foi deixado se atendesse à cláusula feita em testamento por sua tia: que se mudasse do Rio de Janeiro para um pequeno sítio no interior de Goiás. Além de gerar novas e diversas dificuldades, cumpriressa exigência pode transformar sua vida completamente. Embarque no primeiro livro da Coleção Arco-Íris: o romance de estreia de uma das autoras de literatura com temática lésbica mais aclamadas da web.

JR: Romance Gay
Autor: Ton Cordeiro
Sinopse: JR é a abreviação de Júlio e Reinaldo. Dois amigos que cresceram juntos, tiveram namoradas, sonham em cursar medicina e, quando menos esperam, se apaixonam. Uma estória incrível!

 

 

Livro: O Armário: sobre a homossexualidade
Autor: Fabricio Viana
Sinopse: Fabrício Viana é bacharel em Psicologia e escreveu este livro em 2006 sobre a Homossexualidade e os processos psíquicos que envolvem a “entrada” e a “saída do armário”. Com mais de 4 mil exemplares impressos vendidos pela Editora Orgástica, o livro agora está disponível na Amazon em sua versão digital. Seu conteúdo é dividido em duas partes: a primeira, autobiográfica, onde o autor narra seu processo de descoberta e aceitação de sua própria homossexualidade e a segunda parte, onde narra a história da homossexualidade, sua condenação religiosa, condenação científica, as dinâmicas psíquicas do machismo e vários conceitos importantíssimos que servem para pais de homossexuais, psicólogos, estudantes, pedagogos e até mesmo homossexuais que estão em conflito com seus próprios desejos.

Primarius
Autora: Lorena Miyuki
Sinopse: Primarius em latim significa primeiro. O primeiro é aquilo ou aquele que precede a todos, que é o mais antigo, o inicial. É essencial, fundamental. Esta é a história do passado de Alessandro e as primeiras experiências, mudanças e dificuldades que surgem em sua vida ao descobrir, certo dia, que seu irmão mais velho é gay. Afinal, passado a gente não esconde nem condena, né, Alessandro? “Primarius” é a prequel, história prólogo de “Anistia”, também disponível em ebook na Amazon. Publicada originalmente desde 06/2011, também disponível em versão física.

O príncipe; o mocinho ou o herói podem ser gays
Autor: Roberto Muniz Dias
Sinopse: Lidar com a diversidade sexual; sob o ponto de vista da orientação sexual; é matéria obrigatória na sala de aula. O tema ainda é um tabu; vez que esta prática é claramente tímida dentro da escola. Infelizmente; não existe ainda uma política centralizadora desses assuntos. Pesquisando sobre o tema; o escritor Roberto Muniz Dias desenvolveu um trabalho acadêmico voltado à análise de dois livros infantis que chamam atenção por tratar a homossexualidade sob dois temas diferentes: a fantasia e a biologia. Assim surgiu a obra O príncipe; o mocinho ou o herói podem ser gays; lançamento 2013 da Editora Escândalo. Ambas as histórias analisadas pelo autor retratam a desconstrução dos parâmetros nos quais a sociedade é fundamentada: um alicerce estático. A sociedade é dinâmica e plural. Ela pode normalmente conviver; respeitosamente; com todos os tipos de orientação sexual. O interessante é observar que os assuntos são abordados de forma espontânea. Constata-se; portanto; que a questão é mais cultural do que qualquer outra perspectiva. Sobre esse assunto existe pouca literatura. Mas Roberto Muniz Dias traz à tona o tema de forma clara; abordando a análise do discurso embutido nessa Literatura Infantil LGBT.

Um Gay Suicida em Shangri-la
Autor: Enrique Coimbra
Sinopse: Em vez de se entregar à depressão após sobreviver a uma falha tentativa de suicídio, Eduardo pensa: “se cheguei no extremo de tirar minha própria vida, por que não faço tudo que quero?”. Com isso em mente, abandona São Paulo e a família opressora, deixa o namorado preconceituoso para trás e pede carona até chegar na cidade Estrelas, interior do estado do Rio de Janeiro, em busca de novos motivos para se interessar em viver: as primeiras amizades sinceras, a família que nunca teve, novos medos e a possibilidade de um romance inteiro com outro homem. Na jornada à própria Shangri-la, verá que alguns fantasmas são impossíveis de despistar, não importando quantas caronas peça.

 

Garoto à Venda
Autor: Icaro Trindade

Sinopse: Em um planeta fictício semelhante a Terra, no país de Alendor, as pessoas são divididas por castas e vigoram leis rígidas contra a criminalidade. Ianto pertence a uma das mais baixas dessas castas, e em um momento de desespero tenta roubar comida para ajudar sua família, mas é apreendido pela policia especial. Quando acreditava que a pena de morte seria seu único destino, ele é surpreendido ao ser levado até um lugar luxuoso, onde é leiloado para alguns dos homens mais ricos e poderosos do país, num comércio ilegal de escravos sexuais. Após ser comprado pelo magnata Eric Pitz, sua relação com o novo dono toma rumos inesperados e terá que aprender a lidar com novos sentimentos que irão surgir em si. Afinal, o dinheiro é capaz de comprar amor? Descubra nesse livro excitante e surpreendente! Inspirado em Okane ga Nai e A Seleção, Garoto à Venda é um livro cheio de sexo, paixão, drama, surpresas e reviravoltas.

Em Busca de Mim Mesmo
Autor: Sergio Viula
Sinopse: Fui pastor batista, casado com uma mulher, pai de dois filhos, militante entre o que acreditam ser possível reverter a orientação sexual de uma pessoa homossexual. Decidi reavaliar “aquela velha opinião formada sobre tudo” que caracteriza o fundamentalismo religioso e passei por uma tremenda metamorfose nos na estrutura do pensamento, da crença, da maneira de lidar com a afetividade e, consequentemente, com a vida, sem contudo modificar meu verdadeiro eu, o qual encontrou terra fértil, luz e oxigênio para desabrochar. As páginas que você vai começar a ler trazem os detalhes dessa metamorfose. Dogmas serão questionados, comportamentos serão modificados, coisas consideradas inquestionáveis serão postas em xeque, mas o resultado é belo, assim como belo é o resultado da metamorfose que a lagarta experimenta para finalmente se transformar numa bela borboleta – o que, no meu caso, é uma metáfora absolutamente apropriada. Confira!

Azul
Autor: Moa Sipriano
Sinopse: Você já parou para pensar em quantas vezes, por ignorância, nós julgamos e desprezamos pessoas que não fazem parte do nosso círculo dito “social”? Quantas histórias de vida nós ignoramos solenemente todos os dias, já que fazemos questão de permanecer preocupados apenas com o que acontece no centro do nosso umbigo fétido? Seria possível viver uma união fantástica, transformando-a numa bela e real história de amor, com alguém que jamais imaginaríamos passar o resto de nossas existências? Azul cultiva a resposta. E você – com toda certeza! – vai vibrar em alegrias!

Ela conta tudo…: Contos lésbicos por Katia Viula
Autor: Katia Viula
Sinopse: Ela Conta Tudo… é uma reunião de contos lésbicos recheados de muito romance, amor, encantamento, desejo e erotismo. Katia Viula conta, em sua obra, histórias fictícias, algumas das quais, baseadas em fatos reais, outras, totalmente inventadas. Alguns de seus contos foram inspirados em experiências vividas por ela mesma.

 

SEM DESTINO: Depois que ela partiu…
Autor: Karina Dias
Sinopse: Depois do sucesso dos livros “Aquele dia junto ao mar”, “As Rosas e a Revolução” e “Diário de uma garota atrevida”, Karina Dias, premiada escritora de literatura homoafetiva, traz para o público uma nova trama. Desta vez, o primeiro livro de conto e poesias da carreira. Baseado na história de amor que viveu com Paula, com quem esteve casada por 6 anos, o trabalho foi escrito após o falecimento da esposa.

 

 

Sou um escritor com página do Facebook autenticada! :-)

0

Pois é, demorou mas aconteceu! Sou um dos raros escritores no Brasil que possuem uma página no Facebook autenticada: com aquele símbolo azul, ao lado do nome! Este “selo” é importante pois diz aos meus leitores e amigos que a página é, de fato, minha.

Gerando, obviamente, mais credibilidade ao meu trabalho. Segue a definição do próprio Facebook sobre página autenticada:

“Se vir um selo azul em uma Página ou perfil, isso significa que o Facebook confirmou que esta é uma Página ou perfil autêntico dessa figura pública, empresa de mídia ou marca. Lembre-se de que nem todas as figuras públicas, celebridades e marcas no Facebook têm selos azuis.”

Até publiquei no meu Instagram:

.

Para visitar e/ou curtir minha página, o link é este aqui:

http://facebook.com/fabricioviana.escritor

Para conhecer ou comprar meus livros:

http://fabricioviana.com/livros

POLIAMOR: Como namorar um casal?

2

Independente da relação a dois, a três, aberta, fechada, poliamorosa ou não, tem uma dica fundamental para que uma relação dê certo: a integridade, entrar nela inteiro e não como “metade”. Curiosos? Assista o novo vídeo do meu canal. Aproveita, e se inscreve lá, clicando aqui.
.

Gostou? Deixe comentários aqui ou no vídeo, lá no Youtube:

https://www.youtube.com/watch?v=Z-gTClTKttA