Morre em SP o DJ Mauro Borges, ícone da cena gay nos anos 90



Quem leu meu livro sobre a homossexualidade chamado O Armário, vai lembrar que na página 27, eu cito uma boate gay chamada MASSIVO (que hoje não existe) e que me deixou perplexo pela liberdade e, principalmente, por encontrar um DJ todo musculoso que, ao mesmo tempo que tocava as músicas, fazia várias performances. Era o DJ Mauro Borges! Um cara que foi no mínimo incrível pra mim, e para tantas outras pessoas! 😢

DJ Mauro Borges citado no livro de Fabrício Viana, sobre a homossexualidade, página 27 – Quarta Edição

O DJ Mauro Borges, com mais de 30 anos de carreira, ficou conhecido pelo projeto “Que Fim Levou o Robin?” e na cena LGBT de São Paulo na década de 1990, especialmente por suas performances enquanto trabalhava com DJ em casas noturnas gays.

Ele trabalhava em diversos projetos atuais e deixa amigos, familiares e fãs aos 56 anos. A causa da morte não foi divulgada.

Assista a um trecho do projeto “Que Fim Levou o Robin” no Gugu Liberato na década de 90:

Que a família, amigos e fãs sejam confortados.

Descanse em paz!






Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), escritor premiado e bacharel em psicologia. Com mais de 20 mil leitores, Viana é autor do livro O Armário (sobre a homossexualidade), Ursos Perversos (literatura erótica), Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT premiada), Theus: Do fogo à busca de si mesmo (romance com temática gay) e outras publicações. Entre seus projetos, destacam-se o Educando Para Diversidade e a Bons Livros Editora Digital. Siga seu Canal no Youtube e suas redes sociais.
Aproveite sua visita e compre a versão impressa
ou digital dos meus livros (LGBTs, MKT e Psico) neste link fabricioviana.com/livros



Tem um tempinho? Assista a apresentação
do meu Canal no Youtube:











DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.