Futebol X Homossexualidade: livro-reportagem de Bianca Ninzoli Marques



Fui convidado pelo professor Anderson Gurgel para compor a Banca de avaliação do trabalho de TCC da estudante de jornalismo (Mackenzie) Bianca Ninzoli Marques cujo tema é o livro-reportagem “Todxs em Campo: Um estudo sobre a relação do futebol com a homossexualidade.

A avaliação da banca foi hoje (07/12). E comigo na Banca esteve também o jornalista Alvaro Bufarah. O resultado? Pelo esforço dessa menina com grande talento e a perfeita orientação acadêmica do Anderson (que já foi um dos meus brilhantes professores na minha pós-graduação em Comunicação e Marketing: daí nosso vínculo e a certeza de que ele realizaria um excelente trabalho), ela foi aprovada no curso de jornalismo com a nota máxima de EXCELÊNCIA.

E mais. Ela foi aprovada com indicação à prêmios e também publicação por editoras. Abaixo, minha breve avaliação (também resumida por estar postando no meu blog).

Pontos positivos

– A escolha de um tema ainda tabu/polêmico para muita gente, pois envolve futebol (prática esportiva muito machista e homofóbica) e a homossexualidade (ainda muito pouco discutida, conforme tema do meu primeiro livro O Armário publicado em 2006);

– Ela ter optado pela criação de um livro-reportagem para que sua produção acadêmica alcance um público maior. Algo a mais, no meu ver, pois demonstra não só competência (de uma futura jornalista) mas também sua vontade de fazer algo por um mundo melhor (o que a coloca no Grupo Solução, que cito neste pequeno texto: Por um mundo com mais gente interessante!);

– Qualidade das referências bibliográficas, matérias, personagens e pesquisas: tudo muito excelente. O que resulta em uma perfeita sinergia do trabalho como um todo; 

– Sua análise sobre a profissão de jornalista: seu dever em construir conteúdos humanizados, aprofundados e não lucrativos/polêmicos. Afinal, em todas as áreas, há bons e péssimos profissionais. Vai de cada um;

Sobre o estudo e conclusões?

– Ter demonstrado ser uma excelente escritora ao redigir o livro-reportagem de forma literária. Ela desenvolveu um texto humano, de fácil leitura, que prende a atenção do leitor e o transporta para seu estudo acadêmico sem ser acadêmico. Como escritor (inclusive premiado), também sou bem crítico quanto a isso: e digo, ela tem talento;

Pontos negativos

Como disse durante a avaliação, ela escorregou utilizando dois termos não usuais: homossexualismo (não se usa pois o sufixo ismo da palavra remete a doença, por isso, o termo correto hoje é homossexualidade) e opção sexual (não existe opção sexual, é orientação sexual). Usei o “escorregou” pois foi só um deslize que não compromete em nada o trabalho EXCELENTE que ela desenvolveu. Mesmo porque, sou jornalista e assessor de comunicação da APOGLBT SP, ONG responsável pela maior Parada do Orgulho LGBT do mundo, e vejo muitos jornalistas com currículo e experiências incríveis, trabalhando em grandes veículos, também “escorregando” em alguns termos. Não é fácil pra que não é LGBT ou não trabalha com assuntos da comunidade LGBTI+ com mais frequência. Inclusive, quando fui contratado pela ONG, minha principal função era (e ainda é) alinhar essa comunicação do movimento na qual a ONG está inserida com toda a imprensa mundial focada na Parada LGBT de SP. Em tempo, há um Manual de Comunicação LGBTI com termos mais corretos. Quem se interessar, aqui está o PDF gratuito.      

CONCLUSÃO

Sou chato e bem crítico. Até demais. Entretanto, o trabalho dela está realmente perfeito (principalmente por ser um trabalho de TCC com livro-reportagem). Apenas sugeri de, talvez, incluir o livro Seis Balas Num Buraco Só: A crise do Masculino, do escritor e amigo João Silvério Trevisan, por ele se aprofundar mais nas dinâmicas psíquicas do machismo. 

No final, dei a ela meu livro O Armário e minha coletânea LGBT premiada Orgias Literárias da Tribo. Alias, se não conhece todos os meus livros com temática LGBT, clique aqui

Mais uma vez obrigado ao Anderson pelo convite/oportunidade, tive o prazer de conhecer o Alvaro Bufarah que também avaliou e teceu comentários excelentes sobre o trabalho da Bianca e, novamente, parabéns a Bianca pela escolha do tema e por ter realizado um trabalho excelente. Menina tem muito futuro. Estou orgulhoso (quem não fica diante de produções excelentes?). 








Fabrício Viana é jornalista (MTB 80753/SP), escritor premiado e bacharel em psicologia. Com mais de 20 mil leitores, Viana é autor do livro O Armário (sobre a homossexualidade), Ursos Perversos (literatura erótica), Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT premiada), Theus: Do fogo à busca de si mesmo (romance com temática gay) e outras publicações. Entre seus projetos, destacam-se o Educando Para Diversidade e a Bons Livros Editora Digital. Siga seu Canal no Youtube e suas redes sociais.
Aproveite sua visita e compre a versão impressa
ou digital dos meus livros (LGBTs, MKT e Psico) neste link fabricioviana.com/livros



Tem um tempinho? Assista a apresentação
do meu Canal no Youtube:











DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.