Escritora chinesa pega 10 anos de prisão por escrever romance erótico gay


Pois é, infelizmente a sexualidade ainda é uma caixinha que precisa ser “naturalizada”. Quando escrevi meu primeiro livro de contos eróticos gays, chamado Ursos Perversos, muitos amigos que tenho torceram o nariz. “Credo, você vai escrever um livro desse?”. Depois de um tempo, quando eu falei que era um dos meus mais vendidos, começaram a meio que “pedir desculpas” pelo comentário desnecessário. Eu até entendo, afinal, o sexo – por mais gostoso que seja ou deva ser – ainda é sinônimo de algo ruim, depreciativo e imoral por muita gente: é a lei da hipocrisia, brasileira.

Pois bem, to aqui no meu blog pra dar a notícia triste. Que nem eu acreditei. Mas que infelizmente é real. Dei uma sondada (essa onda de Fake News nos obriga!) e é real. Conhecida como Tianyi na Internet, a autora chinesa foi condenada a 10 anos de prisão por ter escrito seu romance gay erótico chamado “Occupy” em 2017, depois de ter vendido mais de 7 mil exemplares no país.

O romance, que narra o caso entre um professor e um estudante, gays, segundo nota do South China Morning Post, contém “descrições explícitas de cenas de sexo homossexual entre homens”. Credo, que delícia, né?

Só que infelizmente eu entendo de algumas coisas. Tanto que, recentemente, eu coloquei uma nota bem explícita em todos os lugares que vendem meu romance gay chamado THEUS, deixando claro que ele contém cenas de sexo gay explícitas também. Se fosse um livro de heterossexuais, para heterossexuais, e tivesse cenas mais calientes, talvez ninguém falasse nada. Mas quando entra a homossexualidade, o bixo papão da sociedade, tão odiado e ao mesmo tempo tão desejado, é bom a gente deixar claro pros leitores, né?

Pena que Tianyi não teve a mesma sorte. Apesar da homossexualidade na China não ser criiminalizada, o governo Chinês já perseguiu e encarcerou ativistas LGBTs no passado. Tanto que o pais permite a falsa “cura gay”, assim como no Brasil. Péssimo. Quem já leu meus livros, inclusive com bases na psicologia, sabe que a cura realmente não existe.

E vocês, o que pensam a respeito?

Eu estava pensando aqui com meus botões, ainda mais com o lançamento do meu sétimo livro Na Brotheragem, também de contos eróticos gays, eu pegaria quantos anos preso na China? Uns 800? Quem dá mais?






Fabrício Viana é Jornalista (MTB 80753/SP), Life Coach, Escritor premiado e bacharel em Psicologia. Com mais de 20 mil leitores, Viana é autor do livro O Armário (sobre a homossexualidade), Ursos Perversos (contos homoeróticos), Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT), Theus: Do fogo à busca de si mesmo (romance homoerótico), entre outros. Leia a sinopse ou compre seus livros aqui: fabricioviana.com/livros. Deseja fazer uma sessão de Coach (pessoal ou por vídeoconferência)? Aqui fabricioviana.com/coaching. Para adicionar suas redes sociais (Instagram, Twitter, Youtube, Facebook), aqui fabricioviana.com/redessociais
Aproveite sua visita e compre a versão impressa
ou digital dos meus livros (LGBTs, MKT e Psico) neste link fabricioviana.com/livros



Tem um tempinho? Assista a apresentação
do meu Canal no Youtube:








DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.