Literatura Gay - LGBT

Literatura Gay

Danilo Gentili tira sarro e faz piadas sobre gays que são mortos…



Segundo o Grupo Gay da Bahia, 336 homossexuais foram mortos no Brasil simplesmente por serem gays em 2012. Um crescimento de 177% nos últimos 7 anos. Com estes dados em mãos, o apresentador e humorista Danilo Gentili (foto divulgação, ao lado) resolveu fazer graça comparando gays com heterossexuais e postou no seu Twitter o seguinte comentário:

“1 gay é morto a cada 26 hs”? 140 heteros são mortos a cada 24 hs. Alguém aí come meu c# hj? Só por segurança.”

Eu acho que piadas tem que ser engraçadas sim. Mas alguns assuntos como assassinatos de pessoas, pelo simples fato de serem homossexuais, não. Não se brinca com isso. É o cúmulo do absurdo. E pior, ele não esta nem ai com nada. E assim como já tirou sarro de judeus, provavelmente nem irá se desculpar por isso.

O cartunista Laerte Coutinho, que se autodenomina crossdressing e que também tem militância ativa com a diversidade sexual postou em seu Twitter uma tirinha mostrando a imbecilidade de Gentili.

A pergunta é, como um cara pode ser tão sem noção assim? Essa piadinha é um tapa na cara de todos os homossexuais. Não tem graça. Não é uma piada “imitando gays” ou coisas simples que já estamos acostumados a ver na mídia. É pior, bem pior. Parei de seguir ele no twitter e facebook. Como gay assumido que conhece todas as dificuldades de ser quem é, que vive em uma sociedade violenta e intolerante, retiro toda a minha atenção para este cara.

No meu ver, Danilo Gentili pisou na bola com todos os homossexuais deste país.


Escritor Fabrício Viana

Publicado por Fabrício Viana, autor do livro O Armario (sobre a homossexualidade), do livro Ursos Perversos (contos eróticos gays) e organizador do livro Orgias Literárias da Tribo (coletânea LGBT não erótica) em 11-01-2013

Facebook Escritor Fabricio Viana Twitter Escritor Fabrício Viana


Assista também minha recente entrevista sobre Literatura LGBT:



Comentários:

10 Comentarios para
“Danilo Gentili tira sarro e faz piadas sobre gays que são mortos…”

  1. Bruno Tineu disse:

    Não vi maldade da piada. Ele faz piada sobre tudo inclusive sobre a própria família já vi piadas mais agressivas que ninguém falou nada. Acredito que existem assuntos mais sérios pra ser questionado!

  2. ubirajara disse:

    Eu comeria mas, depois do seu comentário, prefiro vomitar.

  3. Fabrício:
    Piada pela piada, não se pode ter este tipo de atitude principalmente qdo se trata de assassinatos de inocentes. No caso, homossexuais brutalmente assassinados.
    Queria saber a reação do comediante se fizessem piada de mulheres que morrem de acidente de carro! A irmã dele morreu desta maneira…

    Mas hoje em dia as pessoas perderam a noção da responsabilidade da palavra. Quando se usa a palavra em meio de comunicação, ela se torna pública e há responsabilidades com o uso da palavra pública.
    Infelizmente hoje TODO mundo se coloca como um profissional da palavra…
    bjs e não vejo a hora de ter notícias sobre seu novo livro.
    Maurício

  4. Rodrigo Wheiser disse:

    Nenhuma piada é ingênua… todas são carregadas de preconceito… da pra fazer humor sem agredir… mas estamos tão acostumados com estas truculências que tem gente que com certeza vai achar normal… até divertido… este é o preço da alienação…

  5. Marcelo Cecilio dos Santos disse:

    As mortes motivadas por homofobia não são crimes comuns. Elas configuram uma prática de extermínio de pessoas por sua orientação sexual. Hoje no Facebook, fiquei horrorizado com os comentários deixados por internautas numa página que postou a tirinha do Laerte. Boa parte das pessoas estão apoiando ações de GENOCÍDIO!

  6. Santos disse:

    Cara, não teve nada demais na piada dele. Nada ofensivo. Lamento, mas para você que escreve tão bem, não ter entendido a piada, é algo grave.

    O verdadeiro preconceituoso é aquele que vê preconceito onde não existe. Está tão afixado em encontrar preconceitos, que acha preconceito em qualquer canto. É por isso que devia existir um “nome oficial” para homossexuais homofóbicos, negros/brancos racistas, etc…

  7. Marinaldo disse:

    Apesar de não ver graças em determinadas coisas, como bbb e a fazenda, eu não comungo das opiniões alheias sobre isto. Mas, com toda certeza Gentili não quiz agredir a comunidade gay. Por que, diferente do outro comediante, Rafael Cortez, ele sabe quando estrapola.

  8. Victoria disse:

    “Em 2010, foram mortos 260 homossexuais no Brasil, 62 a mais que em 2009 (198), um aumento de 113% desde 2007 (122). Nos EUA, com 100 milhões a mais de habitantes, moram mortos 14. Um homossexual brasileiro tem 785% mais chances de morrer vítima de violência que um norte-americano. As coisas parecem estar piorando: só nos primeiros dois meses de 2012, foram 80 assassinatos confirmados. Mantido esse padrão, teremos 500 homossexuais assassinados até o final de 2012. Nenhum país do mundo mata tantos homossexuais quanto o Brasil.”

    “NÃO existe piada inofensiva: se alguém gargalhou é porque alguém se fudeu.

    A questão é: quem se fode nessa piada?

    “Se é a vítima, o subalterno, a minoria, a mulher, o gay, o negro, etc, então essa piada é parte do problema. Ela confirma, apóia, sustenta a ideologia dominante. Ela está à serviço do machismo, do racismo, da homofobia.”

    A questão é porque fazer piadas das vitimas e não do CARRASCO ??

  9. Roberto Antunes Fleck disse:

    O povo elege certas pessoas como ídolos que não merecem essa homenagem. O Brasil está tão carente de contrapontos, porque nossa Imprensa está tão atrelada aos poderes econômico e político, que esses pseudohumoristas são incensados como se fossem deuses. Tudo o que eles dizem é reverenciado como verdade absoluta. Vivemos hoje, no Brasil, a ditadura da versão única. Ela é até pior do que a dos militares, porque mais hipócrita, revestida de democracia. E as pessoas imaginam que estamos sob um regime democrático. Mentira. A falsidade é muito maior. Todas aas ditaduras são execráveis, mas um falsa democracia também é nojenta. Esses pseudohumoristas fazem qualquer coisa para aparecer. Atacam judeus, negros, índios, gays e todos os excluídos. Eles querem Ibope. Não medem as palavras. Não se preocupam com as consequências de suas piadas. Lamentável. Falta de consciência do povo que os aplaude e deles que estão a serviço unicamente do seu brilho pessoal. Zero para Gentili e seus semelhantes.

  10. cristal prado disse:

    Cara sou hetero roxa a respeito dessa piada desse danilo n tenho nem o q falar o cara e um fdp de um sem nocao .o q e ser gay na minha opiniao e um ser humano q vive como outra qualquer paga suas dividas com diteito d todos os impostos e com mais direito d ir e vim. Nem de ouvido p uma pessoa tao pobre de espirito como esse imbecil

Comente!