.......... PUBLICIDADE. VÍDEO NOVO. ASSISTA!:

GRATUITO:

..........

Fabrício Viana é um nome bem conhecido na Internet brasileira. Jornalista, bacharel em psicologia e autor de sete livros, alguns premiados sobre marketing, sexualidade, psicologia e diversidade humana, ele agora lança seu novo projeto chamado “Histórias que Motivam“.

Vejo muita gente reclamando da vida, mas vive no sofá reclamando que não tem condições financeiras, reclama do governo, reclama da crise, do desemprego, da dor nas costas e de várias coisas. Entretanto, tem muita gente mesmo com dificuldades, batalha e consegue alcançar seus sonhos. Como o caso do Guilherme que aos 19 anos fez faxina para pagar o cursinho e conseguiu entrar na faculdade de Medicina na USP. Estas histórias são Histórias que Motivam“, explica.

O portal, que ainda tem poucos artigos mas devem entrar mais já nos próximos dias, está hospedado no endereço wwww.historiasquemotivam.com.br e terá diversos casos de pessoas que não cruzaram os braços e fizeram algo para melhorar de vida. Ou voltaram a estudar, ou fizeram uma boa ação, entre diversas histórias.

Quero que as pessoas tenham contato com esses casos reais de resiliência, foco e determinação na busca dos sonhos. Com ou sem dificuldades. Ao ler histórias assim todos nós – inclusive parentes e amigos – temos forças para batalhar também. A ideia é que todos tenham acesso, compartilhem e divulguem ao máximo que puderem as postagens. Todo mundo ajudando todo mundo!“, explica.

Para facilitar o entendimento, Viana gravou um vídeo no seu canal e divulgou nas duas redes sobre o projeto.

Ele pode ser assistido aqui:

https://youtu.be/qa6w2UULc9k

Quando a gente joga amor pro universo, esse amor se torna mais forte e muitas vezes volta pra gente, é nisso que acredito. Esse projeto já é sucesso“, enfatiza.

PUBLICIDADE:


POLÊMICO. ASSISTA MEU VÍDEO:



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.